Escrito por 09:00 Marketing Digital

Conheça o buzz marketing e como aplicá-lo!

Marketing offline, digital, de conteúdo, mídia performance… Muitas são as estratégias de marketing possíveis hoje em dia, mas uma delas ainda é considerada a mais efetiva: o marketing boca a boca!

Quem não quer estar “na boca do povo”, ter sua marca famosa por aí, gerar ações que são sucesso na internet e/ou entre os consumidores e levantar importantes discussões, né? 

No mundo hiper conectado que vivemos, esses têm sido os grandes objetivos das marcas.

E tem uma estratégia que vai te ajudar a chegar lá, hein? Vem saber mais sobre o buzz marketing e como fazê-lo virar uma estratégia de sucesso no seu negócio.

O que é o buzz marketing?

Como diz o próprio nome, a estratégia de buzz marketing tem como objetivo gerar buzz em suas ações, ou seja, criar “burburinhos” sobre o que a marca está fazendo e fazer com que o público repercuta a campanha de forma positiva.

Apesar de já existir há algum tempo, foi nas redes sociais que ela ganhou força e relevância, isso porque as redes, além de gerarem conversas, permitem o compartilhamento de informações de maneira rápida e fácil.

Ah, vale ressaltar que aqui não é o lugar do “falem bem ou falem mal, mas falem de mim”, isso porque a estratégia de buzz marketing é minuciosamente pensada e estruturada para gerar uma repercussão positiva e fazer com que os consumidores conversem sobre determinada ação que foi executada de forma criativa, inovadora e assertiva para o seu público-alvo.

Mas calma aí, isso não é marketing viral? Não, e a gente te explica melhor as diferenças agora.

Diferenças entre buzz marketing e marketing viral

Apesar de terem semelhanças, o buzz marketing e o marketing viral têm objetivos diferentes.

O marketing viral trabalha para que determinada ação/campanha seja repassada/compartilhada entre o público de forma orgânica, como uma trend. Às vezes, inclusive, nem há uma estratégia por trás, o conteúdo simplesmente viraliza e, dificilmente, há uma continuidade dessa viralização.

O resultado disso? Alcançar muitas pessoas em pouco tempo e gerar muitos compartilhamentos.

Já no buzz marketing, o modus operandi, o objetivo e, claro, o resultado esperado são diferentes e você entende melhor agora. Continue com a gente.

Ilustração de uma mulher segurando um celular, com imagens que remetem às redes sociais.

O buzz marketing pode atrair muita atenção para sua marca.

Qual o grande objetivo do buzz marketing?

A estratégia é minuciosamente pensada e visa gerar discussões sobre determinado tema/ação. Mais do que ser passado adiante, a ideia é que as pessoas conversem sobre.

Lembre-se: se a sua campanha ou lançamento tem como objetivo levantar debates sociais, é preciso uma análise extensa sobre o público alvo da campanha e o contexto social em que o assunto está inserido para que a ação não gere desconforto ou até mesmo o efeito contrário no público e para a marca.

Aqui, o objetivo é mais focado em gerar valor para a marca, trazer algum tema à tona e, claro, algo que se identifique com o público-alvo.

Vale considerar que um dos maiores esforços no buzz marketing é estruturar o planejamento, isso porque é preciso entender profundamente a persona e observar possíveis gargalos para não transformar o buzz em algo negativo – o que é possível.

Por isso, ao criar seu plano para a estratégia, considere esses fatores e, claro, pense em pré, durante e após. 

Normalmente, uma estratégia de buzz marketing não é criada apenas para levantar o tema, mas também considera estratégias complementares para manter o assunto em alta.

Como gerar buzz marketing?

E aí, identificou oportunidades para implementar a estratégia em sua marca? Então já anota aí as dicas que separamos para te ajudar a estruturar a sua próxima campanha com o buzz marketing.

Planeje – muito!

A gente fala e repete: o planejamento é indispensável para quem quer trabalhar com buzz marketing. Além da ideia macro, tenha em mente que o seu plano precisa conter:

  • Estudo profundo sobre o público-alvo;
  • Definição da persona;
  • Análise do cenário e contexto social;
  • Big ideia e estratégias complementares para sustentar a ação.

Esses são apenas alguns dos pontos fundamentais que o seu planejamento de buzz marketing precisa contemplar, vá além!

Explore os gatilhos

Os gatilhos ou “botões” são muito utilizados no buzz marketing e contribuem com os resultados esperados. Ah, vale ressaltar que esses gatilhos não são aqueles gatilhos mentais que conhecemos e nem os famosos arquétipos. 

Aqui, eles têm nomes e objetivos diferentes, confira os principais:

O chocante

Uma reação comum a coisas que nos surpreendem são os comentários, sejam eles positivos ou negativos. Mas claro que no buzz marketing, o chocante deve entrar, naturalmente, como algo positivo para “chocar”, surpreender e gerar conversas sobre.

Ilustração de duas pessoas sentadas à mesa, conversando.

Causar reações positivas no público alvo é uma ótima forma de divulgação orgânica.

O hilário

Quem não gosta de dar risada, né? Com amigos, com filmes, standups, até nos relacionamentos, as pessoas buscam companhias que lhe fazem rir. 

Temos a tendência a buscar coisas divertidas, que nos distraiam, nos façam dar risadas e, por isso, esse é um gatilho que pode ser muito útil no buzz marketing.

O tabu

Você se lembra de alguma campanha que trouxe tabus para a discussão? Esse gatilho já foi muito utilizado e é explorado até hoje. O tabu traz temas que são pouco comentados por preconceito, desconhecimento ou até senso comum, aquele tema que a família não discute e esse tabu passa de geração para geração.

Mas fique atento ao trabalhar com o tabu para não ofender nenhuma religião ou minoria, por exemplo. Quebrar tabus é diferente de criar polêmica e, claro, ofender algum grupo. Seja cuidadoso ao escolher esse gatilho.

O extraordinário

Sabe aquilo que você vê e fica sem palavras? O extraordinário tem esse objetivo: encantar, impressionar, deixar o usuário realmente maravilhado, seja com a campanha, com o produto/serviço ou seus diferenciais.

O incomum

Aquilo que foge dos padrões, é diferenciado ou até revolucionário. O incomum ativa esse botão de “novidade” em nós, nos atraindo pelo que é diferente de tudo que já vimos.

Claro que vale ressaltar que não basta que a sua big idea seja incomum, é preciso que suas estratégias complementares e de sustentação contribuam com esse gatilho e com seu storytelling.

O segredo

Você é curioso? A grande maioria das pessoas é. Por isso, “o segredo” tem forte potência na estratégia de buzz marketing. Segredos, pistas e dicas podem movimentar o público, além da necessidade de participação, de fazer parte do que está acontecendo em volta desse mistério.

Acompanhe as tendências

Os assuntos em alta nas redes, como o TikTok ou o Twitter, por exemplo, podem ser fortes gatilhos para uma estratégia de buzz marketing, por isso, fique atento ao que está acontecendo.

Acompanhe as tendências, as redes sociais e até sites ou blogs sobre marketing digital para ficar ligado e conseguir se antecipar a possíveis trends que podem acontecer e/ou criar a sua com base nos principais assuntos do momento.

Ilustração de uma pessoa caminhando enquanto acompanha uma campanha de buzz marketing.

É super importante se manter atualizado e acompanhar as tendências online.

Tem marca fazendo buzz marketing por aí?

Agora que você já entendeu mais sobre o buzz marketing, deve estar pensando: como a estratégia funciona na prática? Conseguimos perceber o buzz marketing aplicado em cases de grandes marcas? Claro que sim! 

O Boticário

Quem aí não se lembra da repercussão que a campanha de dia dos namorados O Boticário causou? 

Usando o tabu, a marca trazia casais hetero e homossexuais se presenteando e gerou grandes discussões sobre orientação sexual no país, principalmente, considerando que o Brasil é o país que mais mata pessoas da comunidade LGBTQIA+ no mundo, o assunto foi pra lá de repercutido.

Vale ressaltar que a campanha foi, inclusive, premiada em um festival de publicidade!

Disney & Star Wars

Outra marca que apostou em um buzz marketing de sucesso foi a Disney com a aquisição da Lucasfilm, produtora de George Lucas, responsável pela icônica saga Star Wars.

Com a informação de que a Disney assumiria os filmes da “Jornada nas Estrelas” e faria um novo lançamento de uma trilogia, as comunicações apostaram no choque, incomum, extraordinário e até no segredo e se tornaram assunto entre os fãs e até entre os não fãs da série de filmes. 

Além disso, o primeiro filme “pós Disney” alcançou US$2 bilhões de bilheteria, um recorde nos EUA e terceiro lugar em toda a história.

Claro que aqui há outras variáveis, como outras estratégias aplicadas, alto investimento, marcas altamente reconhecidas, etc. Mas, com certeza, a estratégia de buzz marketing minuciosamente aplicada teve importante contribuição nesses resultados.

Consegue se lembrar de outras marcas que apostaram no buzz marketing? Coloque nos comentários e vamos aumentar essa lista de cases da estratégia para ajudar nossa comunidade a entender a aplicação, benefícios, etc.

Mãos à obra!

Agora que você já aprendeu o que é buzz marketing, seus objetivos, diferenças entre o marketing viral e como implementá-lo, conta pra gente: o que achou da estratégia? 

Vale ressaltar que:

  • ela possui baixo custo;
  • o alcance pode ser altíssimo; 
  • aumenta o reconhecimento de marca;
  • pode contribuir ativamente com o aumento da base de leads e até nas conversões.

Dito isso, vamos colocar a mão na massa? Implemente o buzz marketing em seu negócio e conte-nos suas percepções iniciais nos comentários.

E, como dissemos, é importante estar atento às principais tendências, estratégias e trends que estão acontecendo e podem contribuir com o buzz da sua marca. Por isso, te convidamos a acompanhar o nosso blog e manter-se atualizado. Vem com a gente!

Clique e entenda mais sobre essa nova estratégia de comunicação para redes sociais.

(Visited 576 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 24 de fevereiro de 2023
Fechar