Escrito por 09:00 Comportamento

Dor do cliente e das empresas: saiba como identificar

Você sabe quais as principais dores do seu cliente? O que o seu público-alvo busca? Quais soluções ele precisa? Entender essas necessidades e dores da persona é fundamental para observar os caminhos possíveis, as soluções necessárias e, principalmente, como agregar valor à sua entrega.

Mas não são só os clientes que têm dores que precisam ser solucionadas: as empresas também têm. E elas são igualmente importantes, afinal, se você não souber quais são e como resolver as questões internas, dificilmente conseguirá solucionar os problemas externos. 

Vamos então nos aprofundar nas principais dores desses públicos e como solucioná-las?

Neste conteúdo, você verá:

  • O que é a dor no marketing;
  • Os tipos de dor do cliente;
  • Dores das empresas;
  • Como identificar a dor do cliente;
  • Como solucioná-las.

Deixe suas suposições fora do jogo e mergulhe no tema com a gente.

O que é a dor do cliente no marketing?

A dor do cliente se refere aos principais motivadores que fazem ele buscar uma solução. Basicamente, um problema ou uma necessidade podem ser interpretadas como uma dor para o cliente.

Mas qual é a grande questão disso? Nem sempre é fácil identificá-la, o que dificulta a ação da empresa e a solução rápida para o seu problema que, normalmente, é o que o usuário procura.

E para as empresas? Bom, também são problemas / necessidades que a empresa identifica que precisam de uma solução, mas que não necessariamente demandam a compra de um produto/serviço, como no caso dos consumidores; as dores das empresas podem ser mais complexas e, dependendo da cultura do negócio, podem demorar anos até serem percebidas.

Por exemplo, uma empresa com um SLA muito longo e/ou maior que o da concorrência, pode ser uma dor que precisa de investimento: time, especialização, etc.

Quer saber mais? Vem com a gente se aprofundar nas principais dores desses públicos

Ilustração de três pessoas cercadas por diversos itens que remetem às possíveis fontes da dor do cliente

A dor dos clientes de cada negócio podem variar, então analise a do seu público!

Os tipos de dor do cliente

As dores dos clientes podem ser muitas e bem específicas, por isso, agora que você já conhece o conceito, vamos trazer as principais para você conhecê-las e já começar a pensar nas dores do seu próprio cliente.

Dor financeira

Uma das mais comuns e (quase que) universal é a dor financeira. Os consumidores estão tendo custos muito altos com outros fornecedores/produtos e buscam reduzir esses gastos. Como a sua empresa poderia atuar nessa dor especificamente? 

Oferecendo condições especiais, valorizando a qualidade, enaltecendo a experiência do usuário, agregando valor ao produto, fazendo comparativos de custo-benefício… Existem algumas opções que podem te ajudar a solucionar essa questão.

Dor relacionada a suporte

Se você já acompanha o nosso blog, sabe o quanto o atendimento/suporte é importante para a experiência do seu cliente. Quando ele tem uma dor relacionada à suporte e não é atendido como deveria, gera-se uma imagem ruim da empresa, o que é prejudicial para o avanço até a conversão – ou a recompra.

Para resolvê-la, o usuário busca soluções que ajudem a otimizar esse suporte e aperfeiçoar a jornada do consumidor, como: especialização, aumento na quantidade de canais disponíveis, campanhas relacionadas ao suporte, etc.

Ilustração de duas pessoas conversando em um atendimento de suporte, uma das pessoas está com um fone que contém microfone, remetendo às atendentes desses canais

Um bom sistema de suporte é essencial para melhorar a experiência do cliente

Dor de produtividade

Como ter mais eficiência nas ações? Essa é a grande pergunta que os clientes com dor de produtividade fazem. 

Ao notar processos morosos, complexos e lentos, os usuários buscam mais produtividade e agilidade para otimizar determinados processos com integrações e automações, por exemplo.

Dor sobre processos

Outra dor comum é sobre processos, Aqui, clientes em diversos momentos da jornada buscam por soluções para tornar seus processos mais otimizados e inteligentes. Seja para iniciar seu negócio ou para aprimorá-lo, por exemplo.

Entendendo o problema, o usuário busca melhorar os processos internos ou torná-los automatizados: otimizar tempo, diminuir custos, melhorar a produtividade, agregar à cultura, etc.

E as dores das empresas?

Antes de começarmos a falar das dores das empresas, vai um alerta: aqui, é fundamental deixar suas certezas e suposições de lado para ter um olhar amplo e sem pré julgamentos sobre o negócio, com o intuito de entender onde realmente estão seus gargalos.

Dito isso, como conversamos anteriormente, as empresas também têm dores específicas. 

Nesse caso, normalmente são mais relacionadas a melhorias, otimizações e ajustes de rota, tanto de processos, administração, quanto de vendas, posicionamento, entre outros.

Observe as principais e veja se a sua empresa sofre de alguma delas.

Experiência do cliente

Como oferecer o melhor para o cliente certo, na hora certa? Como tornar a relação com o usuário mais orgânica e próxima? 

Diversas empresas ainda sofrem para otimizar a experiência do cliente em diversos pontos que podem ser o problema e também a solução: segmentação, personalização, suporte, estratégia e, claro, acompanhamento

Muitas são as dores relacionadas a experiência do cliente, você sabe identificar se sua empresa tem alguma?

Previsibilidade

Essa, com certeza, é uma dor que atinge centenas de empresas: como ganhar previsibilidade? É possível minimizar erros, evitar incidentes e prejuízos, tornando toda a cadeia mais previsível e controlada? 

A gente tem certeza que sim! Com acompanhamento regular dos processos, dos resultados, análise de dados e projeções realistas, é extremamente possível aumentar a previsibilidade do negócio.

Ilustração de uma pessoa analisando dados dispostos em uma tela de computador, com gráficos e relatórios

Trabalhar com previsões analíticas é essencial para seu negócio

Atuação 360

Os clientes estão no físico ou no digital? Como integrar on/off e otimizar a jornada do usuário? 

A atuação 360 busca conversar  com os consumidores onde quer que estejam, aumentando o alcance de engajamento e conversão, mas sair dessa teoria para a prática ainda é uma dor para muitas empresas.

Mas calma, com uma estratégia de experiência omnichannel e a integração de todos os seus canais de comunicação é possível resolver e fazer com que essa dor possa se tornar um triunfo, aprimorando a percepção do público sobre a sua marca, por exemplo. A sua empresa passa por isso?

Como identificar a dor do cliente

Existem alguns caminhos possíveis que podem ajudar a sua empresa a identificar a dor do cliente e, assim, oferecer as melhores soluções para resolvê-las. 

Dá uma olhada e já favorita esse conteúdo para não perder as dicas.

  • Trabalhar com pesquisas e análises de dados: o acompanhamento e interpretação dos dados é indispensável para quem quer entender as dores dos clientes. É através dessas informações que você vai compreender o comportamento do usuário, seus hábitos de consumo, preferências e muitas outras informações que podem se tornar insights valiosos.
  • Criar um canal para ouvir os clientes: ninguém melhor para explicar um problema do que quem o está sentindo. Ouça seus consumidores verdadeiramente, faça perguntas específicas, abra espaços de feedbacks, invista em pesquisas de satisfação e formulários, crie canais de contato de fácil acesso e, principalmente, esteja totalmente aberto a ouvir o que eles têm a dizer.
  • Mapear a jornada de seus clientes: as dores dos cliente podem variar de acordo com a fase da jornada em que eles estão. Logo, é fundamental mapear a jornada de consumo e entender a especificidade de cada fase. Assim, você faz um acompanhamento mais completo e próximo, além de captar informações mais específicas e menos gerais (ou óbvias) sobre cada ciclo de consumo.
  • Usar tecnologias de dados: o volume de informações geradas na internet é estrondoso, mas também muito específicas. Pensando nisso, como você pode fazer um recorte detalhado que capte as informações geradas dentro da sua plataforma? A tecnologia de dados possibilita esses insights que podem te aproximar do seu público de maneira estratégica e assertiva.

Aplicando as dores em suas campanhas

Considerando que você já seguiu os passos anteriores, muito provavelmente você tem informações preciosas sobre a dor do cliente do seu negócio. E agora, como agir?

Fazendo compilados com as dores que captou, é possível que tenha identificado que muitos clientes têm a mesma dor, então é hora de separar essas dores em “caixinhas” para entender qual a solução mais adequada para cada uma delas. Hora de segmentar!

Você pode desenvolver um novo produto que resolverá boa parte dessas dores? Ou a sua solução já existe, mas ainda não é muito divulgada? Quem sabe uma campanha que comunique a solução já atrelada a dor específica do usuário?

A principal forma de solucionar essa dor é com uma parceria com outra empresa? Aqui, além de resolver os principais problemas dos usuários, você ainda aumenta sua notoriedade no mercado!

Enfim, as possibilidades são muitas e o mais importante: independente do desenvolvimento de um produto ou de uma campanha, essa solução será extremamente assertiva e conversará diretamente com o seu público-alvo, afinal foi deles que você extraiu as principais dores.

Comunicação ideal para o cliente potencial e na hora exata! 

Que tal conhecer a All in?

Agora que você já mapeou as principais dores dos clientes e/ou das empresas, deve estar pensando: como solucionar tantas demandas e tão específicas? Essa é fácil: deixa com a gente!

Lembra aqueles problemas de personalização, estratégia, segmentação, acompanhamento de resultados e otimização da experiência do cliente que citamos no início do conteúdo? Aqui você não precisa sofrer com nenhum deles, a All in é especialista em dados e tem soluções estratégicas para resolver as dores dos clientes e ainda fazê-los se apaixonar pela sua marca!

Se o assunto é se comunicar com a pessoa certa, na hora certa e com a mensagem certa, pode ficar tranquilo que essa é a nossa expertise. 

Quer saber como vamos além de números e trabalhamos o people marketing para alavancar sua marca? Vem com a gente.

Clique aqui para conhecer mais sobre as nossas soluções para melhorar a sua estratégia de marca.

(Visited 315 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 1 de dezembro de 2022
Fechar