Escrito por 09:00 Estratégias

Gamificação no marketing: o que é e como funciona

É muito comum associarmos a gamificação aos jogos online, videogames, passatempo e puro entretenimento apenas pela própria palavra; mas engana-se quem acredita nisso. A gamificação ganhou grandes proporções e já é vista como um diferencial nas empresas que a implementam, atingindo pessoas e negócios em diferentes esferas. 

Ainda não sabe como? Vem que a gente vai te mostrar.

O que é gamificação?

Gamificação ou gamification é a prática de incluir elementos e mecânicas de jogos (como regras, pontuações e prêmios) na vida real, seja no negócio, na educação ou na vida social. A estratégia lúdica tem sido aplicada por empresas em onboardings, aplicativos e reuniões e tem se mostrado extremamente efetiva, aumentando o engajamento.

O termo gamificação se popularizou recentemente, em meados de 2010, mas a técnica em si, já existe há algum tempo – vale ressaltar que a ideia aqui não é transformar tudo em um jogo propriamente dito, mas sim, criar um ambiente lúdico que incentive a competição e tenha regras e pontuações, assim como nos jogos.

Com a gamificação, a empresa consegue criar uma experiência mais agradável e divertida para atividades que, normalmente, poderiam ser cansativas e desinteressantes. Afinal, quem não se interessa por um bom jogo e uma competição saudável? Ainda mais quando a recompensa pode ser um cupom e descontinho extra. Falaremos mais sobre isso.

Ilustração de uma pessoa com fones de ouvido, sentado em um grande controle de video game como uma alusão à gamificação

O uso da gamificação pode ser ótimo para seu engajamento

O uso da gamificação no marketing digital

Agora que você entendeu o conceito de gamificação, já consegue imaginar como a prática pode integrar e beneficiar suas estratégias de marketing digital? Já existem cases de sucesso que unem gamificação e marketing digital e mostram a estratégia como promissora para marcas e clientes de forma inovadora e assertiva.

O Extra em parceria com a All in, por exemplo, investiu em ações gamificadas para atrair o público e proporcionar uma brincadeira divertida e eficiente na famosa sexta-feira 13.

A ideia era levar o consumidor a um quizz sobre personagens de filmes de terror; quem acertava, ganhava desconto nos produtos do site – quem errava, recebia novas dicas para tentar acertar e era redirecionado para páginas de produto temáticas.

Como você acha que a campanha performou? Com o poder da gamificação, a varejista conquistou um ótimo índice de engajamento e 4x mais conversão que a média do mercado (6,3%). Quer conferir o case completo? Clique aqui!

Então, se você busca atrair, engajar e fidelizar times e consumidores, a gamificação pode ser a estratégia que falta no seu negócio. Quer ver mais vantagens? Vem com a gente!

Benefícios da gamification

O engajamento, com certeza, é um dos benefícios mais populares e latentes de implementar a gamificação, mas não para por aí. Existem diversas vantagens que poderão ser percebidas em seu negócio.

Dá uma olhada em algumas super relevantes que separamos para te apresentar:

Aumento do alcance

A gente já sabe que é preciso muito mais que um “rostinho bonito” para atrair o novo perfil do consumidor, certo? Com a quantidade de informações disponíveis na internet, é preciso ser muito atraente para ganhar a atenção do cliente e, ainda mais, para fazê-lo interagir com o seu conteúdo. 

E é nessa hora que a gamificação entra: uma prática conquistadora, imersiva e, até então, usada por poucas empresas – um combo de diferenciais que vão ajudar a chamar atenção do usuário. Feito isso, com o usuário vivendo a experiência lúdica, não demorará muito para que ele avalie, recomende e divulgue a sua prática gamificada.

 

Ilustração contendo três pessoas, com controles de video game, celular ou notebooks para demonstrar a gamificação nos diferentes canais

A experiência dos jogos também é ótimo para o coletivo

Aumenta a comunicação marca-cliente

O relacionamento com o cliente também é favorecido com a gamificação em prática. Isso porque você conseguirá conversar com o seu cliente de um jeito novo e eficiente, com maior engajamento e propriedade do assunto.

Além disso, a prática possibilita a escuta ativa, o incentivo constante, a coleta de feedbacks e, claro, a geração de insights de um novo ponto de vista. Parece sonho, mas é a gamificação em ação!

Facilita a coleta de dados

Se você joga qualquer jogo online (até aqueles do Facebook), sabe que é preciso compartilhar informações para dar o start, né? Graças a isso, a gamificação também contribuirá com a sua coleta de dados, tornando-a mais fácil, orgânica e claro, segura – se atente aos princípios da LGPD para fazer essa coleta e armazenamento, hein? 

Através desses dados, você conseguirá entender melhor hábitos de consumo e comportamento online que são informações fundamentais para se ter do seu público alvo.

Dicas importantes

Está interessado na gamificação como estratégia para o seu negócio e quer saber como funciona a implementação? Separamos algumas dicas que vão te ajudar nessa empreitada. Se liga!

O cliente deve ser participante ativo

Nós costumamos dizer isso por aqui, mas sempre vale ressaltar: o cliente não é espectador do seu espetáculo, ele é o espetáculo! E isso também vale na gamificação, o usuário não recebe apenas a sua história gamificada, é ele quem direciona e participa ativamente da experiência

Ou seja, elabore dinâmicas em que o público possa, de fato, influenciar no objetivo final – ou até mesmo ter diferentes finais, dependendo de suas escolhas ao longo do processo.

Lembra da coleta de dados? Ela será fundamental para entender como tornar o usuário protagonista da sua experiência gamificada e por onde alcançá-los!

Uso de um ranking

Se tem competição, tem que ter ranking, concorda? O uso da ferramenta incentiva os usuários a competirem, envolve-os na experiência e estimula a disputa

Por consequência, gera também a presença massiva na ação, já que a sensação de disputa faz com que os usuários tenham ainda mais vontade de jogar e ultrapassar seus adversários.

Ilustração de um ranking, com um troféu na primeira posição

O uso de rankings fomenta a disputa entre os competidores

Mensure os resultados

Mas até aqui? Sim, senhor! A gente falou lá no começo que não era passatempo, lembra? Assim como outras estratégias, a gamificação também precisa de acompanhamento e mensuração.

Afinal, essa é a forma mais efetiva de entender se a sua estratégia está funcionando. Avalie a presença dos jogadores, níveis de conclusão dos objetivos, dificuldades de atingir as metas e certifique se é preciso fazer algum ajuste de rota – mesmo com a estratégia em prática.

Utilize os gatilhos de urgência

Você já sabe como os gatilhos mentais são importantes para estratégias de marketing, né? No caso da gamificação, o gatilho de urgência, por exemplo, proporciona ainda mais emoções aos “jogadores”, afinal, ele tem tempo para cumprir missões e pontuar. 

É a emoção dos games em atividades da vida real. Legal, né?

Hora de praticar!

Não restam dúvidas sobre a assertividade da estratégia, certo? Conversas mais orgânicas, experiência lúdica, engajamento nas alturas e maiores índices de conversão são só alguns dos benefícios que a gamification pode trazer. 

Já pensou em implementar em seu negócio? Faça testes, alinhe com o time, entenda como a es00tratégia pode contribuir com a sua marca e com a experiência do seu cliente e experimente investir no poder da gamificação!

E vale sempre lembrar: essa é só uma das muitas estratégias possíveis e que podem alavancar a experiência dos seus clientes, hein? Para conhecer um mundo de possibilidades e conferir resultados reais, corre no nosso blog!

Clique e descubra mais sobre possíveis soluções para otimizar os resultados da sua marca.

(Visited 565 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 7 de outubro de 2022
Fechar